Enxaqueca

Tenho uma amiga que escuta o Ondas de Saúde (lembram-se do programa que produzo e apresento?) e me ligou perguntando se mesmo com crises de enxaqueca deve continuar as suas caminhadas diárias.

Antes de mais nada é preciso saber se o diagnóstico está correto e se conhece o fator desencadeante, respondi a minha amiga. Acho que meu comentário serve para qualquer pessoa que esteja com a mesma dúvida. Caso você tenha certeza do seu diagnóstico, você gostaria de saber se pode caminhar mesmo nas crises de enxaqueca. Pois bem, em geral o quadro de crise de cefaleia dura de 4 a 72 horas, unilateral e pulsátil, algumas pessoas apresentam concomitantemente náusea, irritabilidade, sensibilidade à luz, tontura, vômitos e outros tantos. A enxaqueca também pode se manifestar com aura, que é chamada aura visual, que se apresenta como flashes de luz.

_96753905_a507f488-500c-456e-be4a-627d7fb99f80

Só sabendo desses sintomas é possível saber se você pode ou não fazer alguma atividade física. A maioria das pessoas que tem a enxaqueca preferem se isolar e ficar em um quarto escuro nos momentos da crise. Se for esse o seu caso, amigos, veja se o uso de um óculos escuro e a caminhada em um ambiente mais tranquilo pode resolver o seu problema. Conheço muitas pessoas com enxaqueca que usam esses recursos – óculos escuro e ambiente tranquilo – e conseguem se movimentar diariamente, com ou sem crise.

Imagino que o sofrimento de muitos seja enorme com as crises mas, alguma coisa precisa se fazer, além do acompanhamento de um médico. Os especialistas recomendam aos pacientes a fazer um diário de bordo, anotar tudo o que pode desencadear a enxaqueca, e assim, tentar evitar “esses disparos”. Além dos medicamentos, tente fazer das caminhadas uma alternativa para o seu problema.

Espero que tenha ajudado às pessoas com enxaqueca, boa sorte no seu tratamento. Se puder, não deixe de se exercitar.