Os porões do natal

Essa época do ano, em todas as cidades “capitalistas” as lojas e ruas ficam abarrotadas de gente atrás das compras. Acho até que o trânsito fica pior que dias normais. Diferentemente dessa correria, no dia 24 à noite “os movimentos” são parecidos como alguém andando em um porão antigo. Será que é seguro ficar aqui? Por que estou me sentindo inseguro? No natal, por vários motivos, muitos preferem ficar sozinhos, outros, sentam-se à mesa contrariados, os abraços e beijos de festas parecem falsificados; assim, nunca sabemos se as pessoas realmente estão felizes ou apenas dentro de um porão.